quarta-feira, 29 de maio de 2013

AMO EXERCER MINHA PROFISSÃO "CUIDAR"!


TESTE DO PEZINHO
Prevenindo doenças graves - Para quem não sabe, o teste do pezinho é obrigatório por lei em todo o Brasil Esse exame é realizado em grande parte nas maternidades quando o bebê completa 48 horas de vida, O ideal é que o teste seja feito até o sétimo dia de vida. Basta apenas uma picada no calcanhar do bebê para retirar algumas gotinhas de sangue que serão colhidas num papel filtro e levadas para serem analisadas.
E a simples atitude de se realizar o exame faz com que doenças causadoras de seqüelas irreparáveis no desenvolvimento mental e físico da criança sejam detectadas e tratadas mesmo antes do aparecimento dos sintomas.
O diagnóstico precoce oferece condições de um tratamento iniciado nas primeiras semanas de vida do bebê, evitando a deficiência mental. A deficiência, uma vez presente no corpo, já não pode ser curada.
O Sistema Único de Saúde (SUS) instituiu o Programa Nacional de Triagem Neonatal, onde cobre a identificação de doenças como (fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, anemia falciforme e fibrose cística).

APRENDENDO A FAZER CORRETAMENTE O TESTE DO PEZINHO































Um beijo grande pra todos!






quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

SEDE PRÓPRIA DO SAMU EM BRASÍLIA DE MINAS, JANAÚBA E PIRAPORAMG






As bases avançadas do SAMU Macro Norte estão ganhando sede própria na região norte do estado. Nesta semana serão inauguradas as primeiras unidades concluídas, nos municípios de Brasília de Minas, Janaúba e Pirapora.
 
Na quinta-feira, dia 21/02, ÀS 9 horas, será inaugurada a nova sede da base descentralizada de Brasília de Minas. Às 16 horas, a inauguração será em Janaúba. Na sexta-feira, 22/02, às 16 horas, será realizada a inauguração da base do SAMU em Pirapora.
 
As bases, até então sediadas em imóveis alugados, irão proporcionar mais conforto, segurança e humanização aos socorristas do SAMU Macro Norte lotados nesses municípios.
 
Segundo Warmillon Fonseca Braga, presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun), esta é uma demanda que precisava ser resolvida. “Como instituição pública, o Cisrun não poderia investir em imóveis alugados, e a condição de algumas bases estava bem deficiente. A melhor solução foi construir um imóvel com a infraestrutura necessária para abrigar as unidades de atendimento, o que certamente irá impactar na qualidade e eficiência aos serviços prestados pelo SAMU Macro Norte nestas microrregiões”, justifica o presidente.
 
Warmillon Braga diz que a expectativa é que as 36 bases descentralizadas do SAMU Macro Norte ganhem sede própria. “Iniciamos a construção pelos municípios que possuem bases avançadas, com duas unidades de atendimento, por ser uma equipe maior e com mais demanda de atendimento. Mas a expectativa é que todas as bases tenha sua sede própria”, planeja.
Segundo o presidente, em Taiobeiras e Januária a construção das bases está em estágio avançado, com previsão de inauguração para o próximo mês de março.
 
Para viabilizar a nova sede, o município doou o terreno e o Cisrun construiu o imóvel, através de recurso viabilizado pelo Governo do Estado.  A sede é equipada com câmeras de segurança, sistema de comunicação, almoxarifado para armazenamento de medicamentos e insumos, local de desinfecção de material médico-hospitalar adequado, sala de prescrição, sala de desestresse, local adequado para estacionamento e assepsia das ambulâncias e toda a infraestrutura necessária para o trabalho dos socorristas, de forma humanizada e segura.
 
ATENDIMENTO
A base avançada é composta por uma Unidade de Suporte Básico (USB) e uma Unidade de Suporte Avançado (USA). Em Brasília de Minas, a base descentralizada do SAMU Macro Norte atende a toda microrregião, com população superior a 230 mil pessoas. Além de Brasília de Minas, as unidades da base atendem às cidades de Campo Azul, Ibiracatu, Icaraí de Minas, Japonvar, Ubaí, Pintópolis, Urucuia, Lontra, Luislândia, Mirabela, Patis, São João da Ponte, São Francisco, São Romão e Varzelândia. Nesses quatro anos de regionalização do SAMU foram cerca de 14 mil atendimentos feitos pela base na microrregião.
 
Em Janaúba, a base do SAMU Macro Nortedá suporte a toda a microrregião, que possui 15 municípios e uma população total de 265.812 habitantes, e atende às ocorrências de acidentes de trânsito da BR 122. Nesses quatro anos foram mais de 25 mil atendimentos feitos pela base na microrregião.
 
 Em Pirapora, o SAMU atende à microrregião que inclui, além de Pirapora, os municípios de Ibiaí, Lassance, Ponto Chique, Buritizeiro, Várzea da Palma e Santa Fé de Minas, com população de 138.378 habitantes. De 2009 a 2012 foram cerca de 12 mil atendimentos feitos pela base na microrregião. A base está localizada estrategicamente a fim de atender os possíveis acidentes de trânsito da BR 365.
 
 
SERVIÇO
 
Inauguração da sede própria das Bases Avançadas do SAMU Macro Norte
 
Dia 21 de fevereiro, quinta-feira
09 horas: Brasília de Minas
16 horas: Janaúba
 
Dia 22 de fevereiro, sexta-feira
16 horas: Pirapora
 


CONCURSO CISRUM NORTE DE MINAS



FIQUEM ALERTAS OS CANDIDATOS QUE SE INSCREVERAM PARA A PROVA DO CONCURSO PÚBLICO DO CISRUM NORTE DE MINAS QUE ACONTECERÁ NO DIA 03/03/2013.

Cisrun - MG divulga novo cronograma do Concurso Público nº. 1/2012

Cisrun - MG divulga novo cronograma do Concurso Público nº. 1/2012

O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas - CISRUN -, torna pública algumas retificações e estabelece novo cronograma para o Concurso Público, alterando os prazos do Edital nº. 1/2012.
O Cartão de inscrição será divulgado no endereço eletrônico a partir de 25 de fevereiro de 2013 com data de aplicação das Provas de Múltipla Escolha em 3 de março de 2013.
Mais informações no endereço eletrônico www.cotec.unimontes.br.

PROGRAMA VIVA A VIDA

 
Governo de Minas investe mais de 119 milhões no Programa Viva Vida em 2012

Em 2012, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) investiu R$ 119,4 milhões – R$ 60 milhões em projetos e R$ 59,4 milhões em processos – no Programa Viva Vida. Criado em 2003, o programa tem o objetivo de reduzir a mortalidade infantil e materna, além de prezar por um desenvolvimento saudável da mulher e da criança.
“Investimos em maternidades, Unidades de Terapia Intensiva neonatal e leitos de retaguarda. A saúde da mãe e do bebê é prioridade do Governo de Minas”, ressalta o subsecretário de Políticas e Ações em Saúde, Maurício Botelho.
Atualmente, o Estado dispõe de 28 Centros Viva Vida de Referência Secundária (CVVRs). Destes, três deles foram inaugurados em 2012 em Patos de Minas, Ribeirão das Neves e Muriaé. Ao todo, os centros assistem 7,5 milhões de mineiros em 480 municípios.
Mães de Minas
Em 2012, o Viva Vida consolidou o Mães de Minas, que alcançou 98% de adesão. Por meio do telefone 155, o programa cadastrou, somente no ano passado, 38.658 mil gestantes e bebês em 712 municípios mineiros.
Somados aos números de 2011, o programa contabiliza 39.191 mil cadastros de gestante e bebês em 755 cidades.  No Estado, a taxa de mortalidade infantil atual é de 12,53% para cada mil nascidos vivos, a menor da história.
“Nosso objetivo só será alcançado com a promoção integral da saúde das mulheres em idade reprodutiva. A presença de pessoal qualificado na hora do parto também é o reflexo do desenvolvimento de sistemas integrados de saúde pública”, enfatiza o subsecretário.
UTI neonatal
No ano passado, a SES-MG investiu R$ 23 milhões para a construção, reforma e ou equipagem de 155 leitos de UTI neonatal e pediátrico em todo o Estado. Os recursos já estão sendo repassados e as novas unidades ficam prontas em 2013.
Os municípios de Brasília de Minas, Timóteo, Curvelo, Itabira, Taiobeiras, Manhuaçu, Pirapora, Araxá, Contagem, Pouso Alegre, São Lourenço, Poços de Caldas e Formiga vão receber 10 leitos cada. Teófilo Otoni receberá dois e Viçosa mais 13 unidades.
“Com esse novo quantitativo, vamos reduzir a questão dos vazios assistenciais e prestar uma melhor assistência para o recém-nascido de risco que precisa de tratamento intensivo. Espera-se também que haja diminuição na taxa de mortalidade infantil em Minas”, destaca a coordenadora estadual de Terapia Intensiva, Shellen Pereira. Com as unidades prontas, o Estado terá um superávit de 136 leitos neonatais.
Casa de apoio à gestante
A Casa de Apoio à Gestante e a Puérpera também deram um salto significativo em 2012. Das 14 casas que tem por finalidade abrigar e oferecer hospedagem, alimentação a atendimento especializado à gestante de alto risco, seis foram inauguradas este ano.
A mais recente casa, inaugurada em novembro de 2012, fica em Teófilo Otoni, no Hospital Santa Rosália, e contempla a região composta por 63 municípios e uma população estimada em 811.856 mil habitantes.
Também há casas em Barbacena, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Patos de Minas, Varginha, Montes Claros, Itabira, Passos, Ponte Nova, São Lourenço, São Sebastião do Paraíso.
Combate ao câncer de mama
Em 2012, a SES-MG também reformulou a faixa etária de recomendação para a realização de mamografias, uma vez que estudos apontam que o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura em até 90%.
O Programa Estadual de Controle do Câncer de Mama agora tem como público-alvo as mulheres de 45 a 69 anos, incentivando-as a fazer o exame de dois em dois anos. Trata-se de mais um avanço, pois no Brasil a faixa prioritária são mulheres de 50 a 69 anos.
Atualmente, 29% das mulheres que recebem um diagnóstico de câncer já se encontram em estágio avançado da doença. O objetivo do programa é evitar que isso ocorra.
A população de mulheres mineiras com idade 45 a 69 anos chega a 2,39 milhões. Destas, 1,75 milhão são dependentes do Sistema Único de Saúde (SUS). A meta é realizar o rastreamento monográfico em três quartos da população de risco, cerca de 1.797.984 mulheres, no prazo máximo de três anos.
  Copyright © 2013 - Marcelo Lopes - Todos os direitos reservados.
 
 

AULA DA SAUDADE



Quero agradecer aos profissionais da Coopeduc pelo emprego de suas habilidades que nos foi repassado com tanto carinho durante o curso técnico de enfermagem e a grande oportunidade de estagiarmos na Fundação Moíses Magalhães Freire referencial da saúde na região.
Então só nos resta colocar em prática o aprendizado adquirido com maestria para garantir uma assistência humanizada e responsável.
Fica registrado nas fotos abaixo o vínculo de amizade estabelecido entre alunos e professores no decorrer desse trajeto tão almejado e que cujo objetivo graças a Deus foi alcançado com vitória.
 



















UTI NEONATAL EM PIRAPORA

Com menos de 15 dias de governo, o prefeito Léo Silveira assinou  a ordem de serviço que autoriza a construção da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) NeoNatal de Pirapora, no Norte de Minas. Os trabalhos tiveram início imediato e custo total da obra chega a R$ 758,7 mil. O convênio, assinado entre a Prefeitura de Pirapora e a Secretaria de Saúde de Minas Gerais, através da Fundação Hospitalar Dr. Moisés Magalhães Freire (FHMMF) confirma que na UTI serão construídos dez leitos e uma enfermaria para as gestantes acompanharem seus recém-nascidos.
IMG 3115 A pediatra Dra. Suzana Galdino, representando a diretoria administrativa do Hospital Materno Infantil São Sebastião, disse que “estamos aqui pra dar a boa nova que é a UTI NeoNatal, que sempre foi um sonho antigo e que agora se torna realidade. Junto com os outros médicos, sabemos e conhecemos bem o sofrimento causado pela falta de uma Unidade desse porte e dessa importância. Não tenho palavras pra agradecer ao prefeito de Pirapora e aos vereadores por esta grande obra. Pra nós, é muito importante. Em alguns casos, 90% das vezes nos deparamos com o neném pré-maturno em Pirapora e não conseguimos a transferência para Montes Claros, sobretudo pela dificuldade de leitos. Então hoje, em nome dos pediatras e dos médicos, a gente agradece essa nova administração que, com certeza, ainda vai colher bons frutos”, elogiou.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Orlando Pereira Lima, parabenizou a equipe da Fundação e disse que a conquista não é apenas de Pirapora, mas de toda a região. “Nossa cidade dá mais um salto de qualidade na saúde pública e garante mais qualidade para a população. Parabéns, prefeito Léo, pela primeira conquista logo no início do ano, o povo agradece”, disse.
 
Sinvaldo Alves Pereira, secretário de Saúde de Pirapora, afirmou que o ex-prefeito Warmillon Braga entregou a cidade com uma estrutura de saúde pública completa e eficaz, e que agora “a gestão do prefeito Léo Silveira vai ampliar a oferta de serviços para a população. A construção da UTI é a primeira prova concreta disso. Pois em menos de 15 dias, o novo prefeito já mostrou que a saúde será uma das prioridades em seu governo. Nós agradecemos e afirmamos que estaremos sempre à disposição do povo de Pirapora”, pontuou. IMG 3131 O prefeito Léo Silveira informou que os recursos para os equipamentos e aparelhagens da UTI também já estão garantidos. “Estamos lançando a obra da UTI para preencher um vazio assistencial na saúde de Pirapora. Nesse início de governo, muitos municípios brasileiros estão enfrentando diversas dificuldades. A saúde pública é uma delas. Em nossa cidade, graças ao empenho e a dedicação dos médicos, enfermeiros, técnicos e gestores, pouco a pouco, conseguimos avançar nesse e em outros quesitos”, ressaltou.

Compromisso com a vida

Silveira também destacou o trabalho árduo exercido pelos administradores públicos em Pirapora. “A maneira especial de a Prefeitura trabalhar para o povo nos enche de alegria e orgulho. Estamos aqui, cumprindo mais uma promessa de campanha. O valor maior que nós temos é a celebração da vida. Esse ato, portanto, dá uma importância maior à vida, e este é um dos nossos compromissos, melhorar, e muito, a qualidade de todos os piraporenses”, concluiu.
Thiago Matos 

 Pirapora foi agraciada por uma administração anterior eficiente e moderna voltada para a qualidade de vida da população e vemos agora o atual Prefeito dar ênfase à continuidade desse trabalho.
Parabéns ao prefeito Léo e ao secretário da saúde Sinvaldo Pereira por priorizar a saúde da nossa região
 Este resultado prova que a cidade de Pirapora se encontra nas  mãos de pessoas sérias e competentes.
 Aline Campos 

sábado, 9 de fevereiro de 2013

DRIBLANDO O BAFÓMETRO








Remédio para driblar o bafômetro   Notícias sobre drogas e alcool - Site Antidrogas 

Em medicamento para o tratamento de alcoolismo é usado por jovens depois das baladas para apagar sinais de embriaguez. Especialistas desaconselham e o próprio fabricante afirma que a droga não funciona para esse fim.

O estudante de 23 anos que preferiu o anonimato ficou sabendo da existência da droga por um médico.

Um comprimido recém-chegado às farmácias brasileiras virou moda entre os que, desde o início da lei seca, em junho, procuravam uma maneira de continuar bebendo sem a ameaça de cair nas garras do bafômetro. O Metadoxil, derivado da vitamina B6, foi criado para ajudar pessoas em tratamento contra o alcoolismo crônico ou agudo. Jovens de Brasília e de várias capitais brasileiras, no entanto, estão usando a droga para assumir o volante depois de "baladas" regadas a cerveja, vodca e uísque. A idéia, garantem especialistas, não é recomendável. A automedicação pode significar riscos à saúde e não há garantia alguma de que o remédio seja capaz de suspender a embriaguez a ponto de livrar o motorista do bafômetro. 

O medicamento possui tarja vermelha e, portanto, deveria ser vendido apenas sob prescrição médica. Só que a regra não é seguida à risca. A reportagem do Correio conseguiu comprar, sem receita, uma caixa do remédio na primeira farmácia em que entrou. Com o desconto, os 30 comprimidos saíram por R$ 32,53. Um balconista na comercial das quadras 102/302 Sul, conhecida como Rua das Farmácias, chegou a fazer propaganda: "Dizem que em meia hora zera o efeito do álcool." As pílulas também estão à venda na internet, em até três vezes sem juros. Em blogs, virou tema de discussão. "Se funcionar, vai deixar muito dono de farmácia rico", previu um internauta. 

Um estudante de 23 anos, que preferiu não se identificar, conta que conheceu o remédio por indicação de um médico. "Ele me disse que era um antibafômetro, que cortava o efeito do álcool em 45 minutos", relatou o jovem. Segundo ele, a primeira vez que tomou não percebeu mudança. Na segunda, o remédio teria impedido que ficasse embriagado. "Tomei antes de ir a uma festa. Mesmo depois de beber muito, não fiquei alterado", citou. 

A euforia do jovem não condiz com a realidade, segundo especialistas ouvidos pelo Correio. "O remédio só acelera mecanismos metabólicos da degradação do álcool, mas não é mágico. Achar que vai ficar sóbrio é ridículo", comentou o professor da Universidade de Brasília (UnB) e gerente de risco sanitário do Hospital Universitário de Brasília (HUB), Carlos César Schleicher. O medicamento, comercializado em países da Europa e Ásia, começou a ser vendido no Brasil em agosto e é pouco conhecido entre a classe médica. O laboratório Baldacci, responsável pela comercialização, estima que 3 mil caixas já foram vendidas no Brasil. 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) credenciou o remédio em setembro de 2007. A droga, de acordo com a avaliação da Anvisa, oferece aos usuários mais benefícios que malefícios. Por isso, recebeu o aval para ser comercializada. O farmacêutico Rogério Hoefler, do Centro Brasileiro de Informação sobre Medicamentos, uma seção do Conselho Federal de Farmácia (CFF), é cauteloso ao falar do novo medicamento. "Ainda estou com um pé atrás. A própria bula não é clara", comentou Hoefler, que pediu mais informações ao laboratório, cuja matriz fica em São Paulo. "Mas é claro que um médico em sã consciência não prescreveria o remédio para esse fim (beber e depois dirigir)", completou. 

Um grande risco 

Os médicos têm receitado o derivado da vitamina B6, substância já presente no organismo humano, para pacientes ainda dependentes do álcool ou para quem já parou de beber e está em fase de desintoxicação. Ao acelerar a eliminação do álcool, a droga ajuda a recuperar as funções do fígado. Recomenda-se de um a quatro comprimidos por dia, a depender do paciente. O tratamento dura de um a três meses. "O Metadoxil é para ser usado dentro desse contexto. Usá-lo para dirigir sossegado não é eficaz. Até porque o usuário nunca terá certeza de que eliminou todo o álcool do corpo", ressaltou a psiquiatra e professora da Universidade de São Paulo (USP) Camila Magalhães, coordenadora do Centro de Informações sobre Saúde e Álcool (Cisa). 

"Correr o risco de usá-lo sem prescrição é colocar a saúde em risco", reforçou o psiquiatra Augusto César Marques, do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) da Secretaria de Saúde do DF. "Não é aconselhável de maneira alguma usá-lo sem orientação", emendou o toxicologista Otávio Brasil, diretor do Centro de Atendimento Toxicológico de Brasília, que já se manifestou contrário à lei seca. 

O diretor do laboratório Baldacci, Ronaldo Abud, afirmou que a droga é destinada ao tratamento de alcoolismo. Mas não mostrou-se preocupado com o uso sem a orientação médica. "Não é de todo ruim. Ele está tentando ficar sóbrio. Melhor do que dirigir embriagado", justificou. "Mas ele (o medicamento) não engana bafômetro nenhum", completou. 

Problema no Sul 

O Conselho Regional de Farmárcia (CRF) do Rio Grande do Sul notificou ontem uma farmácia, em Porto Alegre, que fazia propaganda do Metadoxil. Um cartaz afixado no estabelecimento incentivava clientes a comprar o remédio para driblar o bafômetro. O CRF notificou a farmácia sob a alegação de propaganda enganosa e de falta ética do profissional farmacêutico. O caso será analisado pela Vigilância Sanitária da capital gaúcha. 

O remédio só acelera os mecanismos metabólicos da degradação do álcool, mas não é mágico. Achar que vai ficar sóbrio é ridículo 

Carlos César Schleicher, gerente de risco sanitário do Hospital Universitário de Brasília (HUB) 

Detran não estranha 

O uso de artifícios para tentar se livrar do bafômetro não surpreendeu o gerente de fiscalização do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), Silvaim Fonseca: "Tem de tudo, lamentavelmente. A gente já esperava atitudes como essa." Ele garantiu que a fiscalização não dará moleza aos motoristas. "Estamos atentos a sinais como a fala enrolada e o equilíbrio. As pessoas fazem de tudo para burlar a fiscalização sem pensar nas conseqüências", afirmou Fonseca. 

A lei seca entrou em vigor em 20 de junho. Desde então, surgiram algumas tentativas de escapar da fiscalização, como mensagens de celular para avisar os colegas sobre os locais das blitzes e pedidos na Justiça por parte de gente que não queria ser obrigada a soprar o bafômetro. O diretor-geral do Detran-DF, Jair Tedeschi, não acredita que o medicamento fará o condutor escapar do bafômetro e se mostra otimista com a lei. "A cultura está mudando. Só que cultura não se muda da noite para o dia." 
Autor: Diego Amorim

OBID Fonte: Correio Braziliense-DF

Total de visualizações de página


É FÁCIL SER FELIZ BASTA SER SIMPLES!

Médico francês, criador do SAMU, aprova sistema de emergência mineiro

Médico francês, criador do SAMU, aprova sistema de emergência mineiro
Miguel Martinez Almoyna, um dos responsáveis pela criação do serviço em Paris e em grandes cidades
Loading...

Pesquisar este blog

Postagens populares